jan.
22
2017

Host story Los Angeles: Receber bem faz com que aconteçam grandes coisas
22 jan. 2017
por Theo

Host story Los Angeles: Receber bem faz com que aconteçam grandes coisas

Como é a vida quando se é anfitrião da comunidade gay no misterb&b, o serviço de aluguer gay de curta duração? Como um anfitrião do misterb&b muito bem-sucedido, Rob tem muito a dizer sobre o que foi descobrindo e também alguns sentimentos pessoais. Poderá aprender uma coisa ou outra graças à sua experiência como anfitrião gay:

ser anfitrião no misterb&b foi uma experiência espetacular para mim. Falo com MUITAS pessoas que adorariam fazer o que eu faço, ou porque têm o espaço e gostariam da companhia, ou porque gostariam do rendimento extra. Mas 9 vezes em cada 10, o que os impede de se tornarem anfitriões é o medo. E se eu receber uma pessoa maluca? E se eles roubarem ou partirem alguma coisa? E se isto... E se aquilo... Tudo comentários baseados no medo do desconhecido. Quando me perguntam, eu digo a estas pessoas que 99% das experiências que tive neste site foram maravilhosas, e os 1% que foram um bocadinho mais complicados foram estadias de menos de 3 dias. Pelo menos duas outras pessoas que eu conheço criaram perfis, e um outro amigo que viaja bastante agora usa apenas o misterb&b. 

 Eu dei-me tão bem com um hóspede recente, que quando ele me disse que nunca tinha estado no deserto (Palm Springs), eu desisti de todos os planos que tinha para o dia seguinte para fazermos uma viagem de um dia até lá, e passámos lá a noite. Tenho uma casa que estou a gerir em Palm Desert, por isso tivemos um dia espetacular deitados junto à piscina, e à noite fomos ao restaurante de um amigo em Palm Springs para jantar. Como era o Halloween, fomos aos bares gay na baixa de Palm Springs depois do jantar e acabámos por ter uma noite bastante longa. Mas foi super divertida e acho que o meu hóspede apreciou o gesto.

Também conheci um casal fantástico de Washington DC. Um deles era advogado e com bastantes ligações no mundo da política, por isso tivemos bastantes histórias para partilhar. Um outro hóspede estava aqui em Los Angeles para tatuar o braço num artista muito requisitado que vive perto daqui. 

 

Como é ser anfitrião para a comunidade gay?

Já recebi tanto hóspedes gay como heterossexuais. Eu odeio generalizar, mas os viajantes gay, regra geral, são melhores. Não por serem melhores pessoas... não é isso. Apenas acontece que me sinto mais confortável a receber um homem gay ou um casal gay na minha casa. É óbvio que a tendência é que tenhamos interesses semelhantes, por isso nós sentimos quase sempre que estamos a receber um amigo de outra cidade que nos está a visitar. 

Como comunidade, acho que tendemos a ser mais independentes, no geral. Em muitos casos, temos mesmo de sê-lo. Muitos de nós saíram de casa mais cedo do que os nossos equivalentes heterossexuais e, dependendo de quanto cada um de nós sentiu que precisava de continuar sem se assumir durante os primeiros anos, não é incomum que aprendamos a tomar conta de nós próprios. Ser anfitrião para homens gay é bastante simples... Eles querem um ambiente limpo e confortável para relaxar e descomprimir no fim de um dia de trabalho ou de turismo. Normalmente, querem sentir que estão a chegar a casa quando entram pela porta. É essa experiência que eu tento proporcionar. Tento transmitir, desde o momento da chegada, que quero que se sintam em casa, e na maioria dos casos é exatamente isso que acontece. 

 

Que coisas interessantes ouviu, e que coisas novas aprendeu desde que é anfitrião?

Provavelmente, a maior lição que aprendi é que as pessoas são fundamentalmente boas no seu âmago. Que quando abrimos a nossa casa e oferecemos aos nossos hóspedes um verdadeiro sentimento de hospitalidade, coisas fantásticas podem acontecer. Já trabalhei no setor da hotelaria, por isso sei como o reconhecimento de um hóspede agradecido pode ser recompensador. 

Outro episódio interessante, foi quando dois dos meus hóspedes (um casal) tinham em vista comprar uma casa, e estavam a pensar registar-se noutro site como anfitriões. Eu contei-lhes como acabei por retirar o meu anúncio nesse outro site, por ter tanto sucesso com o misterb&b. E como um deles era advogado, também tivemos uma conversa muito boa sobre as mudanças nas leis que regem o aluguer de curta duração, e como me poderão afetar a mim (e a eles) no futuro. A conversa tornou-se muito profunda e exaustiva e penso que aprendemos bastante uns com os outros.

 

 

 

 

 

Vai a Los Angeles? Veja o anúncio de Rob no misterb&b

 

 

 

 

 

PARTILHE A SUA HISTÓRIA! 

 

Nós estamos ansiosos por ouvir a sua aventura no misterb&b!  Partilhe a sua experiência como viajante ou anfitrião connosco! Diga ao mundo como se pode divertir em todos os recantos deste planeta! Envie um e-mail para support@misterbandb.com

Fique gay em...
por favor, defina a localização
Propaganda
Propaganda