jan.
15
2017

Host Story: O misterb&b não é uma definição, é um estado de espírito
15 jan. 2017
por Theo

Host Story: O misterb&b não é uma definição, é um estado de espírito
misterb&b host stories

Como é ser um anfitrião para a comunidade gay com o misterb&b? O Olivier vive em Paris e conta-nos pelas suas próprias palavras: “Eu sou gay, mas isso não me define. Receber outras pessoas gay é simplesmente fixe!” Leia a sua história completa e viva como um gay local da próxima vez que for à capital chique da França!

 

Olá Olivier! Como é ser anfitrião para a comunidade gay global? 

É uma sensação muito natural! Na realidade, eu uso a plataforma do misterb&b de ambas as maneiras, tanto recebendo pessoas no meu apartamento de Paris como ficando em casa de outras pessoas.

Quando sou anfitrião, os hóspedes gay costumam ser amigáveis e faladores, e estão normalmente à procura de uma experiência parisiense/francesa. Alguns ficam duas noites e alguns ficam mais de uma semana. Além disso, alguns hóspedes vêm por motivos de negócios e outros para fazer turismo.

Da mesma forma, alguns estão muito ocupados, correndo atrás de reuniões de negócios ou visitas turísticas, e outros gostam de passar o tempo a relaxar em casa e desfrutando do apartamento. Os membros do misterb&b são muito amigáveis, interessantes e partilham perspetivas comuns sobre a vida, não apenas tópicos gay.

 

Costuma sair com os seus hóspedes?

Quando os hóspedes querem, eu acho que sair com eles faz parte do que pode oferecer o misterb&b, em comparação com um hotel tradicional ou o aluguer de um apartamento. O misterb&b é mais um estado de espírito, por isso normalmente a ligação entre hóspedes e anfitriões é muito boa. 

Tendo em conta a minha experiência passada, o tempo que passamos juntos vai desde um jantar ou um aperitivo em casa, a irmos até restaurantes ou bares (gay ou não) em vários bairros de Paris, ou então irmos às compras. Eu sou gay, mas isso não me define.

 

Qual foi a sua melhor experiência com um hóspede?

Até agora, a minha melhor experiência foi com um hóspede com quem estabeleci ligação muito boa, mesmo antes de ter chegado. Na realidade, para mim foi como se tivesse um amigo de longa data em casa... apesar de apenas nos termos conhecido há algumas horas! E agora, dois meses depois da sua estadia em minha casa, nós fomos de férias juntos ao Oceano Índico! Tenho de agradecer ao misterb&b por isso!

Com alguns hóspedes eu liguei-me profissionalmente, quer estivessem no mundo empresarial como eu, ou na moda, na edição, na medicina, na cozinha, no ensino ou na consultoria. Com outros hóspedes, estabeleço uma ligação mais pessoal, com conversas intermináveis sobre as nossas viagens à volta do mundo, sobre mergulho, comida, ou simplesmente partilhando o mesmo sentido de humor perverso! :)

Quanto mais recebo pessoas, mais quero continuar a ser anfitrião em Paris e também ser recebido pela comunidade gay quando viajo! ●

 

 

Vai a Paris? Descubra as melhores coisas para ver e fazer no nosso Guia da Cidade e tenha acesso à informação privilegiada partilhada pelos nossos membros nas Dicas Locais! E se quiser ficar com o Olivier, veja o seu anúncio no misterb&b:

 

SEJA SOCIAL!

Não se esqueça de nos adicionar no Instagram, no Facebook e no Twitter. Siga-nos para ter conteúdo exclusivo, ofertas especiais, e para partilhar as suas fotos de viagem usando o hashtag #staylikeagaylocal. Nós adoramos ver o que faz nas suas férias misterb&b e partilharemos as melhores fotos com a nossa comunidade global de viagens LGBT!

Propaganda
Propaganda