Guia de Viagem
Gay Berlim
Ler mais

No que diz respeito a vida noturna, Berlim gay é imbatível. Qualquer que seja o seu público queer, estilo musical ou fetiche preferido, a capital alemã tem o que precisa. A verdade é que se não o conseguir achar em Berlim, não o encontrará em nenhum outro sítio. O lado hedonista da cidade significa que a vida noturna nunca para, o que é perfeito para a população diversificada e de mente aberta de Berlim.

Uma vez que a cidade está em expansão, os melhores bares e discotecas gay de Berlim não se encontram num bairro em particular. Na realidade, a maioria das áreas de Berlim têm fortes comunidades queer, o que significa que a vida noturna gay em Berlim está espalhada pela cidade.


Schöneberg gay

Schöneberg é o coração tradicional da vida gay em Berlim. A área em redor da Nollendorfplatz tem sido um centro da vida LGBT desde os anos 20 do século passado e continua a ser um polo queer.

Os bares e discotecas gay de Schöneberg tendem a ser mais da velha guarda e a servir a comunidade LGBT mais “tradicional” Numa distância percorrível a pé, pode encontrar bares de engate, “bears” e bares normais como o Tom’s Bar, o Prinzknecht e o Mutschmann’s. 





Kreuzberg e Neukölln gays


Em contrapartida, Kreuzberg e o agora na moda bairro Neukölln constituem o centro da Berlim gay alternativa. Tanto o Südblock como o Möbel-Olfe atraem um público queer misto e de mente aberta, tal como o Rose, um bar super kitsch que fica aberto até horas mais avançadas da noite. 



Em termos de discotecas, a SchwuZ acolhe numerosas festas durante a semana, enquanto a mensal CockTail d’Amore é uma das melhores discotecas de Berlim em funcionamento: no entanto lembre-se de chegar cedo ou terá de esperar na fila!


Friedrichshain gay


Contudo, a definitiva festa gay de Berlim está em Friedrichshain. Se for um apreciador de house e tecno, a Berghain e o seu piso superior, o Panorama Bar, deverão estar no topo da sua lista de festas a frequentar.

A atmosfera desregrada e decadente da discoteca (quartos escuros incluídos) atrai um público polissexual de rapazes de discoteca, fashionistas, homens gay, malucos do fetiche e tudo o que estiver no meio. As desvantagens? A Berghain tem uma política de entrada muito seletiva. Esteja preparado para esperar duas horas na fila apenas para ser mandado para trás. Ui!


Mitte e Prenzlauer Berg gays

Mitte e Prenzlauer Berg atraem frequentemente um tipo de público mais trendy, que gosta de beber cocktails. The Coven é um sítio moderno e sexy para se tomar uma bebida no fim do expediente, enquanto os espetáculos “drag” e as noites temáticas do Betty F*** enchem regularmente este pequeno bar de cave.

Quer promover o seu negócio nos nossos guias?
Confira nosso programa Premium!