jul.
15
2017

Host story Kyoto: Ser anfitrião dá-lhe uma nova perspetiva
15 jul. 2017
por Saverio

Host story Kyoto: Ser anfitrião dá-lhe uma nova perspetiva

Josh é um fotógrafo e anfitrião que vive em Quioto. Ele adora viajar e explorar novos sítios e culturas. As lentes da câmara são os seus olhos, mas a sua experiência no misterb&b ajudou-o a ganhar uma perspetiva ainda mais ampla da vida. Leia a sua história e explore a beleza de Quioto através do olhar deste anfitrião...

 

A melhor coisa de ser um anfitrião no misterb&b foi conhecer pessoas incríveis de todos os pontos do mundo. Quer sejam de Espanha, de Itália, dos Estados Unidos, da África do Sul ou de outras partes da Ásia, é entusiasmante ver como a vida pode ser tão diferente, desde as rotinas diárias até aos hábitos culturais. Aprender as diferenças, ficar a conhecer melhor os hóspedes e eventualmente aceitá-los enriqueceu verdadeiramente a minha visão deste mundo para o resto da minha vida.

Por exemplo eu conheci um casal de Espanha que obtinha rendimentos vendendo gelados de fruta fresca. Eles trabalhavam apenas durante o verão e depois tiravam o resto do ano para viajar pelo mundo inteiro. Havia um homem muito amável de São Francisco que viajava com a sua melhor amiga, uma companheira da vida cuja relação de amor era mais do que serem amigos ou amantes. E dois homens lindos de França, que por acaso eram amigos no Facebook de um amigo meu! E podia continuar, cada um deles à sua maneira única.

 

Como é ser anfitrião para a comunidade gay?

Acho que se pode dizer que é empolgante! Não posso falar sobre os outros, mas de certa forma conhecer homens diferentes e tê-los em casa a passar a noite não é o que a maioria dos homens gay querem? Não me levem a mal, eu quero dizer num bom sentido!

Em geral, na minha experiência, os hóspedes gay foram mais ativos e extrovertidos. Raramente tive um hóspede gay que passasse mais tempo no seu quarto do que à volta da mesa, a tomar bebidas e a conversar.    

 

Qual é a melhor conversa que já teve com um hóspede?

Bem, houveram tantas! Acho que a conversa mais espantosa que já tive foi com uma escritora que veio para o Japão à procura das memórias de infância da sua avó. A história em si era bonita, mas as palavras que ela usou para descrever esses momentos e a emoção fizeram com que lágrimas jorrassem dos meus olhos.

Metade dos hóspedes que já recebi também já tiveram eles próprios experiências como anfitriões. Trocar essas experiências enquanto bebemos cerveja foi divertido e oportuno. 

 

Passa tempo com os seus hóspedes??

Sim, e é incrivelmente divertido. Como sou um fotógrafo freelancer, o meu tempo é bastante flexível. Adoro sair com os hóspedes para explorar a cidade sempre que possível.

 

 

Vai a Quioto? Veja o anúncio de Josh no misterb&b:

 

 

Seja social e partilhe a sua história!

Adoramos ver o que faz nas suas férias com o misterb&b. Não se esqueça de nos adicionar no Instagram, Facebook e Twitter. Siga-nos para ter conteúdo exclusivo, ofertas especiais, e para partilhar as suas fotos de viagem usando o hashtag #staylikeagaylocal. Nós partilharemos as melhores com a nossa comunidade global de viagens LGBT!

 

Fique gay em...
por favor, defina a localização
Propaganda
Propaganda