$1,000,000+ Raised in our Crowdfunding Campaign. Invest now, Help Create a More Welcoming World (from $100 USD)

[LEARN MORE]
Guia de Viagem
Gay Berlim

Berlim gay

Ler mais

O crescimento de Berlim é evidente ao longo de toda esta grande e atraente cidade. Pode vê-lo nos museus, nos memoriais, no panorama de festas e no longo mandato de Klaus Wowereit, o presidente da câmara abertamente gay. Berlim é, efetivamente, um polo principal da vida e cultura gay no coração da Europa.

A cidade é gay de cima a baixo, mas desde os anos 20, Schöneberg tem sido o centro da vida gay de Berlin. Existe um forte sentimento de comunidade neste bairro gay, com os seus cafés, bares, restaurantes e lojas de estilo de vida LGBT. Há tanto para fazer e para ver neste animado bairro histórico, que deveria estar na lista de destinos de qualquer explorador gay.

Enquanto isso, do outro lado de Berlim, Kreuzberg e Neukölln apelam ao panorama queer e LGBT mais alternativo, com a área à volta da tosca e crua Kottbusser Tor a alojar alguns dos melhores bares gay de Berlin.


Berlim: a capital do kink!

A capital alemã é uma meca para música e festa, especialmente house e techno. Berlim é uma central de festa: muitos clubes têm uma população polissexual e mista, com poucas fronteiras em termos de sexo e género. Também é a casa da Berghain, muitas vezes votado como a melhor discoteca do mundo. É preciso ver para acreditar. Duas vezes por ano, a discoteca organiza o evento Snax, uma festa gay fetiche e de sexo como não há outra.

Na realidade, quando se fala de fetiche e de bares e clubes de engate, esta cidade é a capital europeia do kink (a par de Amesterdão!) Mesmo os fetiches mais loucos são atendidos e abertamente celebrados na Berlim gay.

Em nenhum sítio isso é mais visível do que na Folsom Europe, a festa anual para a comunidade global do fetiche, que atrai fãs do couro para as suas feiras de rua e festas em Schöneberg. É rapidamente seguido pelo HustlaBall, um evento gay de pornografia e discoteca para o qual pessoas de todo o mundo viajam para Berlim.


Orgulho em Berlim

Numa nota mais calma, todos os junhos Berlim acolhe o Christopher Street Day (CSD). Embora oficialmente seja uma ocasião para falar contra a discriminação, o CSD Berlim é também uma pretexto para a celebração e combina-se com o Gay Pride para formar uma celebração de duas semanas.

Berlim tem realmente uma das maiores culturas gay da Europa e tem que ser experimentada pelo menos uma vez na vida. Embora os invernos possam ser severos, em qualquer altura do ano que venha esta cidade estará a 100%.

Quer promover o seu negócio nos nossos guias?
Confira nosso programa Premium!